Cimento Portland

Cimento Portland

O cimento é o principal material de construção usado como aglomerante. Trata-se de um material cerâmico que, em contato com a água, produz reação exotérmica de cristalização de produtos hidratados e gera assim resistência mecânica. O cimento é adequado para utilização em estruturas de concreto armado, protendido, pré-moldados e para fabricação de artefatos, como blocos estruturais, tubos, telhas e vasos, entre outros. É ainda indicado para assentamento de tijolos, revestimentos, pisos e contrapisos.

Informações:

Existem diferentes tipos de cimento comercializados no mercado, dentre eles:

CP II

O cimento para uso geral na construção civil, com secagem rápida e alta resistência. Quando seco, sua resistência pode chegar a 40 MPa, isso significa que cada centímetro quadrado resiste a até 400 kg. O tempo de cura pode variar de 2 a 10 dias, dependendo da quantidade de água usada para produzir a massa.

Indicação: muito versátil, pode ser utilizado da fundação ao acabamento da obra.

Uso: assentamento de tijolos, blocos, pisos e contrapisos, reboco, revestimentos, lajes, calçadas, reparos, reformas e chapisco, além de estruturas de concreto armado e/ou convencional.

CP III

Cimento com secagem mais lenta, mas que possui propriedades como baixo calor de hidratação, maior impermeabilidade e durabilidade. Seu tempo de cura e MPa são iguais aos do CP II.

Indicação: ?

Uso: juntamento de telhas, assentamento de blocos e contra pisos, concretos de obras em pontes, barragens, pavimentos, saneamento, concreto armado, calçadas, ou também para o preparo de argamassas de revestimento.

CP IV

?

Indicação: ?

Uso: ?

CP V

Cimento de alta resistência inicial. Seu MPa chega a 26 no primeiro dia e alcança os 53 MPa aos 28 dias, tornando-se extremamente resistente.

Indicação: situações em que se necessita de desforma rápida ou obras em contato com meios agressivos, especialmente ataques de sulfatos e aplicações que necessitem de elevada resistência final..

Uso: artefatos de concreto como blocos estruturais, pavers, ou ainda para concreto protendido, concreto de alto desempenho, pisos intertravados, pré-moldados e pré-fabricados de concreto, em geral.

Quer saber mais? Nós podemos ajudar!

Como usar o cimento corretamente?

  • Cuidado com o excesso de água, um dos pontos mais importantes do preparo de concretos e argamassas;
  • Se você não dispuser de medidores de vazão, utilize um recipiente com o volume conhecido que possa ser tomado como base para dosá-la na quantidade indicada;
  • Adense o concreto com o vibrador na posição vertical, na massa de concreto, sem encostá-lo nas fôrmas e armaduras;
  • Para obter uma cura correta é importante manter as argamassas e os concretos úmidos, molhando-os com uma mangueira ou com um regador ou então os cobrindo com sacos molhados (de estopa ou do próprio cimento);
  • O processo de cura deve levar pelo menos sete dias;
  • Ao molhar o concreto ou a argamassa no primeiro dia tome muito cuidado para não danificar a superfície, evitando jorro, escorrimento e danos similares.

Afinal, do que é feito o cimento?

  • Clínquer (resultante da mistura de calcário, argila e minério de ferro)
  • Gesso

Essa é a mistura base para a fabricação do cimento. Após estar pronta, adiciona-se escória, filler ou pozolana.

Qual a origem do nome Cimento Portland?

Desde o Antigo Egito eram utilizados materiais como aglomerantes para construção e com o passar dos séculos esses mesmos foram se modificando e adequando até chegar em 1824, quando Joseph Aspdim queimou pedras calcárias e argila, transformando-as em pó. Esse, juntamente com água, formava uma massa e quando seco, tornava-se tão sólido e rígido quanto as rochas da Ilha de Portland, nascia aí o conhecido e usado até os dias de hoje Cimento Portland (CP).